Nossa História

 

          A crescente demanda pelos estudos na temática do desenvolvimento moral que, por um lado, denota constantes incertezas cotidianas quanto a como educar moralmente, por outro, aponta para uma necessidade urgente de se criar espaços de discussão, pesquisa e reflexão sobre um tema tão necessário em tempos atuais. Tal compromisso com a pesquisa e com a comunidade educativa levou em 2005 a criação do GEPEM – o grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral que integra hoje pesquisadores de diferentes universidades públicas como USP, Unifesp, Unesp e Unicamp e universidades particulares como Unisantos, Unifae, Unifran dentre outras. Liderado pela professora Aurea Maria de Oliveira e sediado na Unesp de Rio Claro, o GEPEM mantém três linhas de pesquisas que abarcam a temática da moral e suas relações com a educação e outras ciências. Na primeira delas, coordenada pela professora Aurea Maria de Oliveira, as investigações conduzidas objetivam compreender conceitos chaves da temática da moral como a cooperação, a igualdade, a liberdade, a identidade individual, social e universal do homem à luz de estudos da Filosofia, da Sociologia e da Psicologia. O que significa cooperação? Como se dá o entendimento deste tema em diferentes campos de atuação? São exemplos de interrogações que perpassam pelos estudos da linha “A educação moral e a formação do Eu universal”. Coordenados pela professora Luciene Regina Paulino Tognetta, os estudos da segunda linha de pesquisa cadastrada como “Afetividade e virtudes” procuram respostas aos problemas de violência, agressividade e bullying cotidianos em escolas investigando suas causas e suas relações com os aspectos afetivos necessários ao desenvolvimento moral. Como são construídas as virtudes do ponto de vista psicológico, o que significa formar uma personalidade ética e que tipo de estratégias podem ser utilizadas para o trabalho com afetividade na escola? São perguntas que instigam tais investigações. Finalmente, bastante próximas a essas indagações, tem-se outras: quais as consequências de um trabalho com as relações interpessoais na formação sócio afetiva de crianças e adolescentes? Quais procedimentos podem ser utilizados para a formação da autonomia moral? Como são vistos os conflitos interpessoais na escola? São perguntas cujo objetivo maior é discutir, assim como nas demais linhas numa visão construtivista, a questão das “As Relações Interpessoais e o Desenvolvimento Moral no Contexto Educativo”.

 

          É, portanto, o grande objetivo do GEPEM fomentar cada vez mais a pesquisa e sua aproximação com a realidade escolar. Seja promovendo encontros e seminários, seja mantendo um grupo de estudos iniciantes aos que procuram pelo GEPEM, seja organizando bianualmente o COPPEM – Congresso de Pesquisas em Psicologia e Educação Moral, o compromisso com a educação é o que fundamenta os trabalhos desse grupo.

 

Joomla Templates by Joomla51.com